FACEBOOK


04 junho 2012

Os animais mais bizarros descobertos em 2012

Constantemente criaturas estranhas são descobertas no nosso diverso e vasto planeta, listei 10 das que julguei mais bizarras. Pouco se sabe sobre essas criaturas, e seus nomes foram traduzidos LITERALMENTE dos relatos encontrados na interwebs.

Aranha albina - Austrália
Albina apenas no nome, na verdade essa aranha é um pouco marrom.

 Aguá-viva "Caixa Jelly"
Extremamente venenosa e atraente.

 Minhoca Diabo
Este nematóide pequenino mede cerca de 0,5 milímetros (0,02 polegadas). Essa criatura é milimétrica, e foi encontrada em uma profundidade de 1,3 km dentro de uma mina de ouro na África do Sul. É a mais profunda vida multicelular do nosso planeta.

Centopeia Gigante
Esta centopéia gigante é quase do mesmo tamanho de uma salsicha.

Tarantula do Sazima
Essa aranha é extremamente rara e chama atenção por sua cor azulada.

 Cobra mortal do mar na Austrália
Essa serpente é extremamente rara e perigosa. Ela se camufla muito bem, e seu perigo não está só na mordida. Por todo seu corpo existem pequenos espinhos que envolvem a presa numa armadilha mortal.

Camarão sem nome
Incrível como essa espécie passou despercebida durante anos. Ela foi descoberta recentemente no México, nadando solitário por ai. Pouco se sabe sobre esse camarão que nem recebeu um nome cientifico ainda. Mas o que se sabe é que ele é totalmente cego e translucido.

O menor réptil do mundo
Esse pequeno réptil tem poucos milímetros, e foi descoberto em Madagascar. E já é o MENOR RÉPTIL DO MUNDO.

Macaco espirro
Existem aproximadamente 36 dessas criaturinhas no mundo. Levou esse apelido "Espirro" porque toda vez que chove ele começa a espirrar.

 Sapo Cowboy
Durante uma recente expedição ao Suriname cientistas descobriram essa especie muito curiosa de sapo entre outras 30 catalogadas.

14 maio 2012

Criatura misteriosa é encontrada no mar


Uma estranha criatura foi registradapelas câmeras subterrâneas da Petrobrás. O objeto misterioso deixou os espectadores intrigados e diversas suposições foram feitas. A ideia de uma água-viva parece fazer sentido, mas é possível ver os órgãos e apêndices da criatura e essas partes não compõem as água-vivas.

Outra hipótese é que seja uma placenta de baleia, mas as marcas hexagonais no tecido não são comuns. Alguns ainda disseram que poderia ser uma rede de pesca, mas a criatura parece ter movimento próprio. 


Se for uma água-viva, pode ser do tipo Stygiomedusa Gigantea. Esta medusa pode chegar até seis metros de comprimento e só foi vista 114 vezes, em 110 anos. Por isso, cientistas ainda não possuem um conhecimento mais profundo sobre ela, mas garantem que os órgãos e apêndices não fazem parte do animal.


Outra sugestão é a Deepstaria Enigmática tipo de água-viva ainda pouco estudada, mas conhecida por ser do tipo incolor. Uma característica dessa espécie é o estômago marrom e as descrições dizem que as passagens do estômago são gumes irregulares, que parecem formar uma rede. Isso explicaria as marcas na criatura, mas novamente não há explicações para as vísceras. 


No vídeo, publicado dia 27 de abril sem legendas ou comentários do usuário, é possível ver o animal em movimento e os detalhes de suas partes. 

Lembrando que, nem 90% dos mares foram explorados ainda. Muitos mistérios nos aguardam.

10 maio 2012

Golias, o maior Sapo do mundo

Sapos Golias são encontrado em Camarões, na África Ocidental, essa espécie é a maior de todas. As Rãs dessa espécie podem chegar a 3,3 kg e pode alcançar 33 centímetros de comprimento. É praticamente do tamanho de um gato médio. Crianças africanas estão familiarizados com esta rã, pois são animais de estimação. Confira a baixo o alimento dessa estranha criatura jurássica.

09 maio 2012

Chocolate contém em média oito pedacinhos de barata



Sim, isso mesmo, barata, aqueles insetos repugnantes que vemos nos locais mais indesejados. Segundo uma autoridade norte-americana, a contaminação acontece no transporte e no fabricaçãoo do chocolate.

Já sabíamos que o chocolate protege o coração e evita AVC. Saibamos também que até nos pode ajudar a perder peso. Estas informações extra é que eram desconhecidas, e dispensáveis, diga-se. 

Segundo a Food and Drugs Administration (FDA), uma autoridade norte-americana, um chocolate contém em média oito pedacinhos de barata. Não, não é amêndoa nem pinhão, são mesmo pedaços daquele inseto repugnante. 

Logicamente que estas partes do corpo da barata não estão no composto da barra de chocolate, estão na maioria das vezes fora, mas isso não quer dizer que não os ingerimos. 

A FDA revela que tudo isto acontece na altura do armazenamento e no transporte do chocolate, mas este alimento é apenas um exemplo. 

Segundo os responsáveis, o aparecimento de baratas sucede um pouco por toda a comida, desde que esta á recolhida num local e transportado para outro. Morton Teich acredita mesmo que, se fossemos nos importar com este tipo de pragas, provavelmente teríamos de deixar de comer.

Isso é realmente nojento, mas é melhor saber do que ficar na ignorância :(

Fonte

08 maio 2012

Os 10 maiores mistérios da humanidade



10 - Incidente em Roswell
Em 8 de julho de 1947, em Roswell (Novo México, Estados Unidos) o jornal Roswell Daily Record publicou em primeira página a notícia de que o 509º Grupo de Bombas do Exército havia tomado posse dos destroços de um disco voador: RAAF [Roswell Army Air Field] captura disco voador em rancho na região de Roswell, era o título da manchete. Aparentemente o objeto caiu em um rancho em Roswell e até hoje pouco se sabe, e o que se sabe é mantido em segredo pelas autoridades máximas.


9 – As Linhas de Nazca
Desenhadas na planície do deserto de Nazca, no Peru, as gigantescas figuras são difíceis de ver ou perceber do chão. Como e quem as criou é um mistério. Os desenhos, que podem chegar até 270 metros de comprimento, representam figuras detalhadas, geralmente animais ou plantas, ou padrões geométricos e se tornaram sensação quando foram sobrevoadas de avião pela primeira vez na década de 1930. Alguns escritores, como o suíço Erich von Däniken, afirmam que os desenhos não poderiam ser criados com a tecnologia da época e que são provas do contato de seres extra-terrestres com os povos da região.


8 – A Ilha de Páscoa
Exploradores quando chegaram não tomaram o cuidado em preservar nada e assim contribuiram para a deterioração da ilha e de seus habitantes. Muitos ainda são os mistérios que permanecem na ilha que não possuem explicação. Como as famosas esculturas de humanóides que lá se encontram.


7 – Templo de Saqqara
As imagens dentro do templo egípcio mostram sacerdotes fazendo oferendas a um ser estranho, muito parecido a um extra-terrestre. E ampliando a imagem percebemos que ela contrasta com os desenhos típicos da arte egípcia, com olhos avantajados e negros, corpo esguio, pequeno e incolor. Descrição semelhante a extraterrestres do tipo Grey.


6 – Cabelos de Anjo
Cabelo de Anjo é uma substância de origem desconhecida que cai do céu e desaparece ao menor contato físico. Seu nome vem de sua semelhança com fios de cabelos bem finos, ou teias de aranha. A ocorrência da queda de Cabelos de Anjo foi observada em vários lugares do planeta, especialmente nos Estados Unidos, Europa Ocidental, Austrália e Nova Zelândia. Muitos acreditam que a substância é deixada por discos voadores já que relatos aparição de OVNIS é comum quando os Cabelos de Anjo são encontrados.
Na década de 90 a cidade Alexandria na Itália amanheceu coberta pelos filamentos misteriosos, casas, carros e ruas todas cobertas. Cientistas analisaram amostras e concluíram que o material era sintético, descartando, portanto, a teoria de ser teia de aranha.


5 – A Mortalha de Turim
A mortalha de Turim é um pedaço de linho que contém a imagem de um homem que aparentemente morreu de crucifixão. Muitos católicos o consideram como sendo o manto que envolveu o corpo de Jesus Cristo. Atualmente está guardado na Catedral de São João Batista, em Turim, Itália. Apesar de várias investigações científicas, ninguém ainda conseguiu explicar como a imagem foi impressa na mortalha, e apesar de várias tentativas, ninguém ainda conseguiu replicar o feito. Testes de radiocarbono o dataram como da Idade Média, porém os apologistas do sudário acreditam que ele é incorrupto e a datação por carbono só pode datar coisas que decaem. Anterior à idade média, relatos da mortalha existem como a Imagem de Edessa – confiavelmente reportados desde pelo menos o século 4. Além disso, outro tecido (o Sudário) conhecido desde os tempos bíblicos (João 20:7) é dito ter coberto a cabeça de Cristo na tumba. Um estudo de 1999 de Mark Guscin, um membro da equipe de investigação multidisciplinar do Centro Espanhol de Sindonologia, investigou a relação entre os dois tecidos. Baseado na história, patologia forense, tipo sangüíneo (do Sudário é relatado ter manchas de sangue AB), e padrões de manchas, ele concluiu que os dois tecidos cobriram a mesma cabeça em dois períodos distintos, mas próximos de tempo. Avinoam Danin (um pesquisador da Universidade Hebréia de Jerusalém) concordou com esta análise, acrescentando que os grãos de pólen no Sudário são os mesmos da mortalha.


4 – Machu Pichu
‘A cidade Perdida dos Incas’ é uma cidade pré-colombiana bem preservada, localizada no topo de uma montanha, a 2400 metros de altitude, no vale do rio Urubamba, atual Peru. Pouco se descobriu sobre ela até hoje. Apenas que tinham uma forte atividade astronômica e que rituais e a mumificação dos mortos eram comuns. Não se tem rastro da população de Machu Pichu.


3 – O triângulo das Bermudas
Área na America central que provavelmente possui uma carga eletromagnética altíssima e que já foi o cenário de vários desaparecimento de inúmeras embarcações e aviões, principalmente militares. Relatórios oficiais do governo dos EUA comprovam o desaparecimento de pelo menos 1 grande avião e 3 aviões pequenos. Fora os mistérios que ainda não se sabe, o Discovery Channel já criou até um documentário sobre o estranho fato.


2 – Atlântida
Existem muitas teorias sobre a verdadeira localização de Atlântida. É conhecida lenda de Atlântida escrita por Platão, que escreveu sobre a bela, tecnologicamente avançada ilha-continente, em 370 a.C, mas a descrição que o filósofo fez de sua localização foi limitada e vaga. Muitos, é claro, concluíram que Atlântida nunca existiu. Aqueles que ainda acreditam na sua existência têm procurado por evidências ou ao menos pistas em praticamente todo canto do mundo. As famosas profecias de Edgar Cayce dizem que remanescentes de Atlântida seriam encontrados perto de Bermuda, e em 1969 formações geométricas de pedras foram encontradas próximas a Bimini. Outros locais propostos para a localização de Atlântida incluem: Antártida, México, ao largo da costa da Inglaterra, possivelmente até ao largo da costa de Cuba. São muitas as controvérsias da localização.


1 – O Calendário Maia
Há muito falatório sobre as supostas profecias do Calendário Maia. As pessoas estão mais preocupadas com ele do que as catástrofes previstas do ano 2000. Toda a preocupação está baseada na descoberta de que o calendário maia de ‘Conta Longa‘ termina em uma data que corresponde ao nosso 21 de Dezembro de 2012. O que isto significa de verdade? O fim dos tempos por alguma catástrofe global? Uma nova era para a humanidade? Profecias de todos os tipos possuem uma extensa tradição de não acontecerem. Mas a única maneira de sabermos é esperar para ver.

07 maio 2012

5 coisas que você não sabia sobre as formigas


1. Existem formigas bem grandes por aí
Um tipo de formiga africana, a Dorylus wilverthi, mede cerca de cinco centímetros. E ela nem é a maior espécie que já andou pelo nosso mundo: foram encontrados fósseis de uma formiga pré-histórica, batizada de Titanomyrma giganteum. O tamanho do bichinho? Seis centímetros e meio.
   (fóssil da formiga)

2. Formigas são, praticamente, telepatas
As formigas se comunicam tão bem com suas colegas de colônia que cada formigueiro é considerado pelos especialistas um ‘”superorganismo”, com uma única consciência.
(redemoinho de formigas, uma segue a outra até a exaustão)

3. Elas são pesadas
Uma única formiga não é pesada, mas em países equatoriais, onde elas existem em maior abundância, o peso total desses insetos representa um quarto da “biomassa” total – ou seja, 25% da soma do peso de todos os seres vivos do local. Agora pense na quantidade de formigas necessárias para chegar a essa marca. O que nos leva a outra pergunta...

(sua cara quando ler o próximo item)

4. Quantas formigas existem no mundo?
Se você acha que 7 bilhões de humanos é um número muito grande, espere até ouvir essa: estima-se que existam 10,000,000,000,000,000 de formigas na Terra.

5. Formigas praticam a escravidão
Você se lembra de “Vida de Inseto”? A trama da animação da Pixar girava em torno de um formigueiro que era forçado a trabalhar para um bando de gafanhotos. Mas na vida real a coisa não é bem assim: as próprias formigas podem escravizar um formigueiro de outra espécie. Chamada de “dulosis”, essa prática consiste em roubar ovos e larvas do formigueiro vizinho e forçar os filhotes a trabalharem. Se eles não trabalham são devorados.

Fonte

03 maio 2012

As 15 invenções mais bizarras do passado

Chama-se invenção ao ato de criar uma nova tecnologia, processo ou objeto, ou um aperfeiçoamento de tecnologias, processos e objetos pré-existentes. O termo confunde-se com descoberta, que é a aquisição de um conhecimento novo "porém ao acaso" ou sem um esforço determinado nesse sentido porém aplicado; a invenção, pelo contrário, é fruto de um trabalho dirigido a se multar respostas a um problema porem algumas vezes a invenção pode ser caracterizada como descoberta quando existem possibilidades ou fortes evidencias, que o funcionamento de tal artefato que ninguém sabia como funcionava, ter existido antes. Nesse caso o "reiventor" adquire a patente bem como os méritos da descoberta.

No caso dessas invenções nada foi por "acaso". Confira as 15 invenções mais bizarras do passado.

Fax Jornal

Piano para pessoas doentes

 Transportador humano

 Escova Anti-punção.

Câmera revolver

 Sauna Portátil

 Gaiola Suspensa para Bebês

 Laringofone

 Prancha de Surf motorizada

 Mini TV

 Óculos TV

 Máquina de “Miado”

 Óculos Vernesiana

 Véus Cones

 Moto com uma roda

02 maio 2012

O antecessor do crocodilo - Sarcosuchus imperator

O Sarcosuchus imperator cujo nome significa " Crocodilo imperador " era um gigantesco crocodilo que viveu há 110 milhões de anos atrás no norte da África durante o período Cretáceo, chegava a medir 12 metros e pesava 1,5 toneladas, sendo muito forte e robusto provavelmente capturava enormes peixes e dinossauros com uma mordida que podia ultrapassar 3 toneladas de força. Na imagem acima um Sarcosuchus está atacando um Suchomimo de 10 metros de comprimento. Era muito parecido com os atuais gaviais com as mandíbulas um pouco finas e muitos dentes pontiagudos, porém era muito maior do que seus parentes recentes que atingem no máximo de 4 à 5 metros de comprimento. 

Dados do Crocodiliano:
Nome: Sarcosuchus
Nome Científico: Sarcosuchus imperator
Época: Cretáceo
Local onde viveu: África
Peso: Cerca de 1,5 toneladas 
Tamanho: 12 metros de comprimento
Alimentação: Carnívora



*um dos maiores crocodilos capturados na atualidade

26 abril 2012

Asteroide vai passar MUITO perto da terra em 2013

“Apenas” 27 mil km vão separar a rota de um asteroide e a superfície do planeta Terra no dia 15 de fevereiro de 2013. Parece muita coisa, não? Mas, em comparação com outras distâncias astronômicas, é muito perto. Para se ter uma ideia, o satélite que emite o sinal para a sua TV orbita a mais de de 35 mil quilômetros de altitude. Apesar da proximidade, não precisa entrar em pânico: a NASA afirma que não há chance de colisão.

O astronômo Phil Plait, autor do blog Discover Magazine’s Bad Astronomy, também afirma que a probabilidade de um impacto em fevereiro é tão baixa que praticamente não existe risco.
Leia também:
Missão: desviar um asteroide
O asteroide, que tem aproximadamente 45 metros de diâmetro,  foi descoberto em fevereiro pelo Observatório Astronômico de La Sagra, na Espanha. Veja só a imagem abaixo. A linha branca representa a órbita da Terra e a linha azul, a do 2012 DA14. Note como elas são parecidas.
Os astronômos afirmam que a órbita do asteroide passa a maior parte do tempo longe do nosso planeta. Porém, se aproxima da Terra mais ou menos a cada seis meses. A última vez  foi no dia 16 de fevereiro deste ano, quando passou a cerca de 2.5 milhões de quilômetros (1.5 milhão de milhas) da Terra.