FACEBOOK


03 novembro 2011

Erupção em Urano excita astrônomos

Entre todos os planetas do nosso sistema solar, Urano pode parecer desinteressante, sem muitas novas descobertas animadoras. Planetas mais próximos costumam despertar mais o interesse de astrônomos amadores, mas isso pode estar prestes a mudar, pois algo bastante interessante aconteceu nesse distante planeta.

Uma imagem feita pelo cientista planetário Larry Sromovsky com o telescópio Gemini, de 8.1 metros, mostra uma mancha brilhante no planeta que se acredita ser uma erupção de metano congelado na atmosfera.

A compreensão dessa macha é importante para os cientistas. A razão pela qual eles se preocupam com as nuvens sobre Urano é que elas parecem ser sazonalmente dirigidas.

A rotação de Urano, tombada para o lado, dá origem a mudanças bruscas de luz solar com o progresso das estações. As mudanças são, portanto, muito mais dramáticas do que em outros planetas. Urano fornece uma visão única sobre o balanço de energia em uma atmosfera planetária.

É quase como um sistema meteorológico em asteroides, com o hemisfério norte recebendo 42 anos de luz solar e de energia constante do sol, enquanto o hemisfério sul mergulha em 42 anos de escuridão.

Infelizmente, essa nova explosão está fora do alcance da maioria dos astrônomos amadores, mas quem tem equipamentos mais avançados certamente deve dar uma olhada.

Fonte: MSN

Veja também:


0 comentários: